Resident Evil: O Hóspede Maldito

Review Resident Evil O Hóspede Maldito
6,5 Nota

Referências sutis aos games da série | Boa divisão entre ação e suspense | Roteiro com reviravoltas interessantes | Personagens carismáticos

Falta de ritmo | Erros de adaptação e inconsistências no roteiro

Conheça nossos critérios de análise

 

Quando a produtora Constantin Film lançou Resident Evil: O Hóspede Maldito, em 2002, mal sabia ela que estava dando o primeiro passo de uma das franquias mais lucrativas da distribuidora Sony e da adaptação de games mais bem-sucedida da história. O filme, com um orçamento robusto para uma produção semi-independente, viria a se tornar um sucesso estrondoso e abriria as portas do mundo dos jogos para uma grande massa de novatos.

Essa falta de pretensão, porém, é justamente um dos grandes trunfos do longa, escrito e dirigido por Paul Anderson. Com Milla Jovovich no papel principal e um elenco formado por nomes como Eric Mabius, Michelle Rodriguez e James Purefoy, Resident Evil: O Hóspede Maldito segue uma história paralela, mas conectada à dos games por conceitos básicos.

Diferente, mas parecido

Quando imaginou o roteiro, Paul Anderson quis fazer algo diferente. Para obter isso, sua primeira decisão foi evitar utilizar personagens dos jogos, preferindo adotar uma abordagem completamente inédita e criando o que é chamado de side story, uma trama paralela mas ligada à série principal por conceitos e situações.

Resident Evil: O Hóspede Maldito começa quando Alice acorda, completamente desmemoriada, em uma mansão. Antes que ela pudesse recuperar os sentidos totalmente, o local se transforma em um verdadeiro caos quando ela encontra Matt, que diz ser um policial, e uma equipe de soldados de elite enviada pela Umbrella Corporation.

A protagonista perdeu todas as suas lembranças devido a um protocolo de segurança ativado após um vazamento viral no laboratório escondido sob a cidade de Raccoon City. A Colmeia, como é chamada, é controlada por uma inteligência artificial avançada chamada Rainha Vermelha, que trancou e matou todos os funcionários. Alice também é uma agente de segurança e protege uma das únicas entradas do complexo, justamente a casa na qual ela aparentava morar.

Colin Salmon estará em Resident Evil: Retribution

Com esse enredo propício a reviravoltas, Paul Anderson cria uma história que poderia muito bem figurar ao lado de títulos alternativos, como Resident Evil Survivor, como parte do folclore da série. Mesmo sem referências claras, ligações sutis à franquia principal estão lá. É o caso, por exemplo, da mansão semelhante à de Spencer, os mapas que indicam o caminho a seguir, os diversos closes nos olhos dos protagonistas e os soldados da Umbrella que desconhecem as reais intenções da empresa.

O roteirista e diretor, porém, peca em detalhes e comete erros que não existiriam se ele fosse um pouco mais cuidadoso. O T-Vírus, por exemplo, é mostrado como uma substância volátil, com propriedades transmitidas pelo ar. O Licker também tem suas origens e características distorcidas para servirem aos rumos que Anderson quis dar à história. Ainda assim, são problemas passáveis, que desagradam aos puristas mas não prejudicam o pacote como um todo.

A medida entre suspense e pancadaria

Enquanto a franquia Resident Evil nos cinemas é conhecida pelas grandes cenas de ação desenfreada, O Hóspede Maldito investe e muito no suspense, mesmo sem mostrar zumbis durante toda a primeira metade do filme. Assim como nos games, a sensação de tensão vem devagar e surge a partir de poucos elementos que, juntos, constroem uma atmosfera opressora.

Review Resident Evil O Hóspede Maldito

Isso não quer dizer, porém, que o longa não tenha ação. Muito pelo contrário. Em determinados momentos, Resident Evil: O Hóspede Maldito se transforma em um tiroteio desenfreado. Isso sem contar as partes dedicadas completamente a Alice, que se lembra aos poucos de suas habilidades de combate e as utiliza constantemente contra os mortos-vivos. Uma bela forma de economizar munição.

Tal aspecto, porém, já deixa claro desde o início quem é que manda na franquia. Apesar da maioria dos personagens do filme serem agentes bem treinados, a personagem de Milla Jovovich é a única que parte para cima dos zumbis utilizando as próprias mãos, mostrando desde sempre que é ela quem está no comando desta série.

Vale citar, por outro lado, que os companheiros da personagem em Resident Evil: O Hóspede Maldito têm vida própria e não servem como meros pedestais para ela. Aqui, inclusive, aparecem protagonistas que cairiam para sempre no gosto dos fãs, mesmo inexistindo nos games. É o caso de Rain e One, os agentes da Umbrella que mais deixam marcas no enredo e protagonizam cenas que se tornaram clássicas.

Os lançamentos nacionais em Blu-ray e DVD aparecem bem servidas de extras e conteúdo adicional. O filme conta com uma das faixas de comentários mais sensacionais já realizadas, com Milla Jovovich e Michelle Rodriguex extremamente à vontade enquanto brincam e contam piadas durante a exibição do filme. Diversos making ofs e featurettes estão espalhados pelas diversas edições, mas, infelizmente, não existe uma versão que reúna todo o material disponível.

Ficando pelo caminho

Um dos principais problemas de Resident Evil: O Hóspede Maldito é sua falta de ritmo. Ao mesmo tempo em que roteiro e direção dão toda a atenção devida a determinados aspectos – como as explicações sobre a Colmeia e o funcionamento do T-Vìrus –, a trama se estende demais em determinados aspectos e situações que poderiam aparecer de forma mais ágil ou atrativa.

Review Resident Evil O Hóspede Maldito

É o caso, por exemplo, da longa cena em que Alice e Matt se encontram em um dos escritórios. Toda a carga emocional que a cena poderia carregar não é transmitida pela performance dos atores e o roteiro prefere discutir sobre a utilização do vírus como arma biológica. O mesmo vale para o momento em que o passado da protagonista e Spence é revelado, com diversos acontecimentos da história acontecendo sucessivamente em um cenário alheio e pouco interessante visualmente.

Cortes bruscos também acontecem a todo momento e, às vezes, é impossível não ficar com a sensação de que algo ficou perdido. Uma cena tranquila com Alice e Matt, por exemplo, é interrompida por uma rápida cena de perseguição, sem ligação entre elas. O contrário também acontece quando uma frenética batalha pela sobrevivência se transforma de repente em um momento de calmaria.

Pequenas inconsistências no roteiro também maculam a história. Mesmo com a suspensão de descrença necessária para que uma obra de ficção possa ser aproveitada, é impossível não ficar encucado com os agentes da Umbrella que contam todos os segredos da Colmeia na presença de Matt, um total desconhecido. Ou com o pulso eletromagnético que desativa praticamente todo o complexo da Umbrella, menos o trem e a porta que realmente importam para os personagens.

Um começo diferente

Review Resident Evil O Hóspede Maldito

Resident Evil: O Hóspede Maldito é o mais diferentão de toda a franquia cinematográfica e é justamente aí que reside sua força. Em vez de se apoiar nos golpes impossíveis e nas cenas de ação intensas, Paul Anderson preferiu criar um roteiro elaborado e personagens carismáticos. Essa receita gerou um filme com diversas qualidades, capaz de segurar o espectador durante toda a exibição, mesmo sem surpreende-lo com as viradas do roteiro.

Pode parecer estranho, mas, sem citar personagens ou situações dos jogos nem utilizar referências descaradas, o diretor realizou o filme mais fiel aos games de toda a franquia. É uma pena que essa mesma abordagem não perdurou a partir da sequência.

Tags: , , , , , ,

Author: Felipe Demartini View all posts by

Felipe Demartini (Evil Shady) trabalha com sites de Resident Evil desde 2000. É jornalista e descobriu nos games a melhor combinação entre trabalho e diversão.

138 Comentários em "Resident Evil: O Hóspede Maldito"

  1. Bruno Levy 25/08/2012 at 11:25 -

    Bela matéria Shady. Coincidentemente ontem no canal TNT passou o Hóspede Maldito e pude relembrar isso. Totalmente verdade, se seguisse essa linha o sucesso seria ainda maior, pena que a pressão dos fãs dos games atrapalharam no seguimento do roteiro.

  2. leonardo 25/08/2012 at 11:43 -

    não concordo que o hospede maldito e o filme mais parecido com os jogos;pode ser ate o resident evil 3 nemesis..mais depois de resident evil 4 ate os jogos de hoje em dia da franquia.o mais parecido e afterlife mesmo que tem mais ação que terror;como os jogos de hoje de tresident evil são mais ação que terror. so não ve quem não quer..

    • Matheus 25/08/2012 at 12:58 -

      Ele quis dizer que se parecem no sentido do suspense e coisas do gênero, não uma obra fiel ao jogo e bla bla bla. Na minha opinião, é o que mais segue o ritmo do jogo.

    • Felipe Demartini 25/08/2012 at 14:40 -

      É óbvio que é parecido com os jogos antigos… O Hóspede Maldito é de 2002, fica um pouco dficil eles seguirem a essência de jogos que saíram depois pq, bem, eles não tinha saído ainda, concorda?

      • leonardo 25/08/2012 at 15:01 -

        então,ele parece mais com os jogos antigos mesmo..os jogos de hoje em dia de resident evil são mais parecidos com afterlife mesmo,isso que eu quis dizer^^

      • Italo Oliveira 25/08/2012 at 19:57 -

        Acho válido o questionamento de leonardo. Primeiro, quando a matéria diz “mais próximo dos jogos”, de qual jogos jogo estamos falando? Além de criar, mesmo que sem intencionalidade, a velha questão dos “verdadeiros” REs. O 1º filme de RE é mais próximo dos jogos do PS1, uma vez que esses eram as principais referências. A partir do 2º filmes tem as referências do RE Code Veronica, que na minha humilde concepção é tão forçada quanto do filme, Wesker powerpuff, Claire fugindo de balas, Claire soltando a arma e pegando abaixo, Chris vs Wesker, Alexia Vs Wesker… Os filmes remetem diretamente ao momento vivido nos jogos, ta bom, eu admito que o 3º filme, embora eu goste, é muito diferente das situações propostas nos jogos e até mesmo na própria série cinematrografica. Entretanto o 4º capitulo dos filmes trás consigo os gloriosos momentos do RE5. Não acho, de modo algum, que há aquele filme mais “próximo dos jogos”.

  3. Victor Breno 25/08/2012 at 11:43 -

    Eles deviam tentar repetir os acertos desse filme. Principalmente o suspense, que é a base de Resident Evil, e evitar focar tanto na ação.

    • José Mac 25/08/2012 at 13:56 -

      Boa observação, cara. Nesses 3 ultimos filmes, não se consegue identificar mesmo muito suspense, é verdade, e nem aquela trama que pode te surpreender com uma grande reviravolta no final. Não se ve mais história com pegada da história de Alice e Spencer…

  4. sonny 25/08/2012 at 11:49 -

    Gosto muito desse filme, é alternativo mas sem fugir do foco principal que são zumbis dizimando seres humanos. Se continuasse com esse ritmo em RE2, daria um ótimo filme, com alice tentando sobreviver pelas ruas enquanto raccoon city é destruída, não precisaria de alice ter caído na porrada com o filme inteiro (zumbis, cães nemesis e etc). Uma pena mesmo, poderia ser MUITOO bem aproveitado a partir do filme 2, seguindo o ritmo do 1, mas não, ele preferiu fazer uma bela duma cagada pros fãs.

    • leonardo 25/08/2012 at 11:53 -

      a culpa disso e sem duvida de vcs fas dos jogos .vcs que fizeram o paul anderson mudar a historia dos filmes

      • sonny 25/08/2012 at 13:33 -

        NÃO começa a dar piti, já não basta o mimimi do post passado?

        • Italo Oliveira 25/08/2012 at 20:10 -

          Mais uma vez concordo com leonardo, os filmes ficaram assim, misturado com os jogos, por pura pressão dos fãs e posteriormente da produtora, para satisfazer aos fãs. Se eu não me engano, nos extras do RE Apocalypse, PA diz que originalmente o filme seria RE Nemesis com a Jill como protagonista, mas aí o título do Star Trek Nemesis fez com mudasse o nome do filme e Milla Jovovich o convenceu a deixar Alice no filme, uma vez que não teria lógica Alice ter sobrevivido no longa anterior e na continuação simplesmente desaparecer. Outro grande problema do 2º filme foi o inexperiente diretor Alexander Witt que não soube conduzir as cenas, apelando para closes perdidos que dificulta o entendimento da narrativa e apelar para a ação sem contexto e desconexas.

    • José Mac 25/08/2012 at 13:58 -

      Aquela cena da moto na igreja em RE2 já dava uma noção do que se tornaria a franquia…

  5. 2pac 25/08/2012 at 11:50 -

    Esse filme tem q ter um reboot urgente.

  6. Gustavo 25/08/2012 at 12:02 -

    Muito boa a matéria Shady! Parabéns!

  7. jack 25/08/2012 at 12:04 -

    Já prestaram a atenção que neste primeiro filme o nome do personagem da Milla Jovovich não foi mencionado nenhuma vês pelo menos foi a impressão que tive.

    • ThayValentine 25/08/2012 at 18:12 -

      É verdade! A primeira vez que assisti esse filme,pensei até que ela fosse a Jill kkk mas depois olhei a capa do filme e dizia que o nome dela é Alice,fiquei meio O.o

  8. lucius 25/08/2012 at 12:25 -

    não é culpa dos fãs dos jogos Leonardo, nada v….é culpa da Milla JovoBITCH que influencia nos roteiros desses filmes e a vontade dela em ser super heroína e fodona, todo mundo sabe que mesmo no hospede maldito ela meteu o dedo… a cena dos caes era pra ser da Rain e não dela, depois ela conversou com o Paul e ele escreveu pra ela….. nos outros filmes foi pior ainda, foi por pressão DELA que o paul anderson mudou tudo e fez ela como uma Mulher Maravilha salvando todo mundo….e batendo em todo mundo.. no Extinção a idéia era ela ser a vilã, mas ela não quis e Paul anderson mais uma vez reescrveu pra ela ser a super herína ridicula

    • leonardo 25/08/2012 at 12:35 -

      que teoria essa hein rs..milla num tem nada ve com essa mudança

    • José Mac 25/08/2012 at 14:04 -

      As pessoas tem que parar de bater sempre na mesma tecla de que a franquia chegou aonde chegou por causa da Mila. Isso é muito nada a ver.
      A verdade é que Paul só decidiu direcionar o estilo dos filmes pra um lado mais hi-tech e de ação. Nada a ver essas teorias conspiratórias de que ela manda nos filmes pq é mulher do diretor e até faria greve de sexo por causa da personagem…

      • Full Moon 25/08/2012 at 14:47 -

        ÓTIMO REVIEW DO SHADY!!!

        Concordo com o vizinho de cima… As pessoas não tem noção de realidade e quer culpar qualquer pessoa então culpa a protagonista. Isso é ridículo! E só mostra a completa de conhecimento sobre o assunto.
        Existe muita gente envolvida por trás de um filme. Paul e Milla não são os únicos responsáveis.
        A Sony toma muitas decisões e vc pode ter certeza de que boa parte dos membros da Sony decidiram que a franquia daria mais dinheiro se fosse voltado pra ação. Iria atrair um publico maior, isso é fato.
        Não adianta fã querer exigir que os filmes sempre fossem de suspense e com muito terror quando os próprios jogos não seguem mais essa linha pelo mesmo. Os jogos de RE ficaram com foco na ação pq vendia mais.
        Isso nada tem a ver com Milla.

  9. Ghabriel 25/08/2012 at 12:37 -

    Q legal esse filme passou ontem pra quem tem tv a cabo passou na TNT

  10. Rafael Medeiros 25/08/2012 at 12:51 -

    Os filmes são um sucesso, e mesmo que todos digam o contrário, não há nada que possam fazer.
    Então deixem de ser chatos/reclamões e parem de encher a paciência com essas discussão que não levam a lugar algum.
    Todos reclamam das acrobacias da Alice, mas a série de games também tem muitas cenas mirabolantes, como Leon matando um Gigante na faca, ou Chris e Sheva alcançarem um avião em movimento.
    Saiu uma fotos um dia desses da Alice dando um chute na Mika, se vocês perceberem é o mesmo ataque da Sheva, sem falar na Jill que dá um mortal para trás e estora a cabeça de um majini ou sobre ela pular nos ombros do mesmo com os joelhos, façam-me um favor.

  11. Yago 25/08/2012 at 12:57 -

    ótima matéria, to loco pra ver o resto (:

  12. lucius 25/08/2012 at 13:06 -

    Leonardo , vai pesquisar… pelo jeito tu ta por fora, isso não é “teoria”… tem entrevistas dela falando sobre isso(da cena que era pra ser da Rain, das cenas que ela da idéia)… agora meu caro, pq não percebe a inflência que ela tem nos roteiros e no personagem dela, se mesmo no primeiro filme ela conseguiu mudar toda uma cena, e eles nem eram namorados ainda… os filmes se tornaram um lixo pela necessidade do paul anderson em colocar todos os holofotes na namorada/esposa… e pq ela da “excelentes” dicas pros filmes que ele acaba colocando
    pelo menos nos jogos os “poderes” acrobacias tem uma explicação muito mais lógica, levam anos pra se desenvolver, não é como nos filmes que é pura marmelada pra destacar a Milla jovobitch e dar os holofotes pra ela, apagando todos os outros personagens… Qual a necessidade tinha no Apocalipse da Alice “acender” o fogo com o fósforo, me diga?? e salvar a Jill naquela cena. Qual a necessidade da Alice dar o tiro final do Axeman no Afterlife e slavar a Claire… ACORDEM pra vida , fãszinhos da Milla, só uma tonto não percebe… qualquer filme toso personagens secundários, pelo menos os 3 principais são importantes e ajudam.. agora nesses filmes ninguém consegue fazer nada sozinho… No afterlife não tem uma cena em que a Alice não esteja envolvida, nem mesmo diálogo…. a luta final, o Wesker deu uma surra no Chris e na Claire e não fez nada na Alice… por favor ne
    podem amar os filmes e defendê-los, mas não venham tentar justificar os erros e o decorrer da história deles colocando culpa em personagens dos “jogos”, ou na Capcom… os filmes viraram isso, por culpa exclusiva do Paul Anderson, Milla Jovovich e Jeremy Bolt( um dos produtores que sempre estragou muitas das idéias legais que o Paul tinha)… muita coisa acabou sendo mudada por causa desse Jeremy Bolt…. a Milla passou a ter mais influência nos outros filmes, no primeiro filme em nem culpo muito ela, até pq o personagem dela ainda era legal e ela sempre quis ser a Jill… não pode ser pq o Paul Anderson não quis e pq dizem as bocas a Capcom não queria(não sei se é verdade essa história)

  13. Herbert 25/08/2012 at 13:19 -

    Imagine se nesse filme tivesse Jill, Chris e Wesker…

  14. Yago 25/08/2012 at 13:22 -

    O filme gira em torno dela, por isso toda cena ela ta envolvida, é obrigado a mostar a visão da alice. Eu acharia legal se em cada filme mostrasse a visão de um personagem.

    • sonny 25/08/2012 at 13:37 -

      Chocolate com pimenta gira em torno da Aninha e nem por isso mostra ela em qualquer assunto que tem. Não me venha que novela é novela e filme é filme, porque ambos têm roteiro, que é uma palavra só, independente onde se aplica.

      • José Mac 25/08/2012 at 14:15 -

        Ahh, Sonny, fala sério, Chocolate com Pimenta?? Até aqui essa novela me persegue, kkkkkk…
        Olha, rapaz, eu acho meio difícil comparar um filme de alguns minutos com uma novela de muitos capítulos. No filme, o roteiro precisa ser muito mais ágil, o que não significa que precise girar em torno apenas de uma pessoa, nisso tenho que concordar!
        Mas eu mesmo acho que o problema não está em mostrar a visão da Alice da história, e sim em terem dado a ela uma história muito sem limites pras ações dela, sem contar o fato de terem feito com que uma simples companhia farmaceutica se tornasse muito mais poderosa do que todos os governos mundiais ao longo dos outros filmes.

        • sonny 25/08/2012 at 14:37 -

          uahsua, foi o único exemplo de que pude lembrar, uhsuasaa. Lá vamos nós pro mesmo assunto de novo… mas vamos lá né.
          Ah pára né. A história de Alien gira em torno da Ripley, ela é a protagonista, a fodona, a sobrevivente, a heroína… e nem por isso os filmes giram em torno dela a ponto de desmerecer os outros personagens e servirem de escada. Quem viu os filmes de Alien, sabe do que estou falando, a Ripley sangra, raspa a cabeça, tem piolho, é pega pelos Aliens e até morre. En~toa esses argumentos de que Alice é isso tudo porque é protagonista NÃO FUNCIONA COMIGO.

        • Full Moon 25/08/2012 at 18:12 -

          Lá no primeiro filme na abertura Hóspede Maldito o narrador explicar que a Umbrella tinha grande influencia politica e que tinha se tornado a maior empresa dos Estados Unidos e que seus principais lucros vinham de TECNOLOGIA MILITAR, experiências genéticas e arma viral.

          Além da parte farmaceutica. Lá no primeiro filme isso já é explicado.
          A Umbrella é extremamente poderosa no jogo e no filme. A tecnologia que os soldados da U.S.S no jogo Operation Raccoon City reforça isso.

  15. leonardo 25/08/2012 at 13:25 -

    quero saber porque esses caras que nao gostam dos filmes vem comentar tanto aki…eu não gosto de crepusculo..e nem por isso vo la encher o saco de ninguem a cada noticia que sai sobre o filme

    • MathRe 25/08/2012 at 16:06 -

      Eu tbm não gosto de Crepúsculo e mesmo assim não fico criticando quem gosta,sendo que eu tenho amigos e amigas que amam e a gente se dá bem xD

  16. Yago 25/08/2012 at 13:29 -

    é leonardo mais se eu fosse você aturava!! esse é o melhor site pra comentar sobre os filmes. Melhor você se acostumar

  17. isacc 25/08/2012 at 13:29 -

    ALICE E RAINHA…ela e denais ela e demais..nos amamos ela.. num adianta vim aki encher a paciencia haters..ela e uma personagem que tem muito carisma por isso tem tantos fas…..parabens milla

  18. lucius 25/08/2012 at 13:38 -

    rafael, eu não sou hater, mas não sou adorador… gosto de algumas coisas nos filmes, gosto do primeiro filme, gosto da Jill, gosto da direção no Extinção( a melhor da série), gosto da cena dos clones no Afterlife e da Claire, a única coisa que me deixa FULO e é Alice roubando todos os créditos dos personagens, por isso acabei desenvolvendo um ódio pela personagem dela a partir do segundo filme. E yago,uma coisa é ser protagonista, todos os filmes tem seu protagonista, mas os personagens secundários são importantes pra trama, até pra história. Nesses filmes não acontece isso, é Alice, Alice, Alice e mais Alice, o resto é só pra enfeite. Com exceção do primiero filme, que é equilibrado, adoro a Rain e o One como citaram no texto, gostei do Spence como vilão, queria ele de volta como clone.. Outra coisa os “haters” reclamam tanto justamente pq o filme leva o nome RESIDENT EVIL e não Alice.. se fosse ALICE, ninguém se importaria, e nem poderia reclamar, usam uma grande marca como RE pra promover tal atriz e diretor e todo mundo sabe disso.. pq se o filme se chamasse Alice, ninguém olharia.. outra coisa não confunda a Milla com a personagem dela… A Milla é carismática, pratica o marketing pessoal no twitter respondendo pros fãs(pra assim eles amarem ela), etc etc… a personagem dela que é um coco… muitas pessoas vão ver o filme por causa da Milla, não Alice e si… ainda mais depois que a esperta começou a seguir e se comunicar com o fãs, para os mesmos ficarem puxando o saco dela

    • sonny 25/08/2012 at 13:43 -

      CLAP CLAP CLAP – falou tudo guri 🙂 eles acham que só porque criticamos, temos somente ódio pelo filme, o que não é verdade, já falei e vou reafirmar, irei comprar o Blu-ray de Hóspede Maldito pois adoro o filme, adoro a Alice no 1, adoro a Rain, o Spence e amo aquele suspense.

    • Italo Oliveira 25/08/2012 at 20:24 -

      Concordo em partes. Todas as cenas que você citou, coincidentemente são as minhas favoritas. Mas como assim os personagens secundários não tem importância? Quem foi que salvou Alice dos laboratórios da Umbrella em RE Apocalypse? Quem foi que levou as crianças para Arkadia em RE Extinção? Quem foi que encontrou a rota alternativa e armas para o grupo em RE Recomeço? Os personagens tem as suas importâncias para a trama, não é a que nós queremos ver, mas eles tem. Um ponto que eu discordo completamente de você é sobre Milla se promover com Resident Evil, nesse caso eu acho exatamente o inverso. Milla é o grande trunfo e principal razão de sucesso da franquia cinematográfica. Penso que, se um dia for concreto, o reboot será um fracasso, não que eu deseje isso, muito pelo contrário, mas a atriz principal tem um apelo e é carismática e se encaixou perfeitamente no que é proposto para ela enquanto atriz.

    • Sara Deadbones 10/09/2012 at 09:03 -

      Esse filme e o melhor de todos por que na minha opiniao tem suspense, terror, ele e equilibrado e nao fica na Alice o tempo todo, ele tambem mostra a Rain e o One, entao se eu puder verei esse filme de novo.

  19. lucius 25/08/2012 at 13:42 -

    agora não venham dizer que a Milla que faz esses filmes um sucesso.. pq do contrário todos os filmes da Milla seriam um sucesso e não… só RE e o 5 º Elemento que deram os holofotes pra ela… o 5º elemento nem conta mais pq ta muito antigo, então o que mantém ela na mídia é REsident Evil, ela precisa agradecer todos os dias por essa franquia existir, do contrário ela estaria totalmente apagada

  20. Yago 25/08/2012 at 13:43 -

    vocês ficam julgando a Milla sem ao menos conhecer ela, ela responde no twitter é uma esperta que quer lucro pros filmes dela, ela não responde é uma fdp metida, acho que ela não tem opção então né? pra mim não é a Milla que estraga os filmes, no primeiro filme ela não tinha nada com p.a e já era o foco da história.

    • sonny 25/08/2012 at 13:45 -

      Você que se engana, eu não vi nenhum foco na Alice no primeiro filme, tanto é que são pouquíssimas as cenas em que ela realmente faz alguma coisa. Não me venha com essa história pra boi dormir.

      • Italo Oliveira 25/08/2012 at 20:28 -

        Alice protagoniza todas as cenas de ação do 1º filme, mata o vilão e ainda se torna a única sobrevivente do filme. Ela não é o foco? Tem certeza?

        • nome 25/08/2012 at 20:34 -

          é claro que ela foi destaque, porém não foi o centro de tudo e parece que o filme não ficou só com o foco nela, e sim nela e nos sobreviventes, por isso concordo com o sonny. E é por isso também que eu gosto mais do primeiro filme do que dos outros. (não entendam como critica, por favor!)

  21. Yago 25/08/2012 at 13:49 -

    Alice não é o foco da história em re1? Ela já usava o corpo dela como arma, enquanto os outros.. Ela que tava envolvida em toda história da segurança da umbrella, que queria acabar com tudo. Eles sempre tiveram o objetivo de desenvolver a história dela sendo mulher do diretor ou não. P.A não decidi tudo sozinho, ou será que a Milla é amante do resto? a história desandou depois que ela ganhou poderes e ficou superior a todo mundo, mais o filme seria na visão dela de um jeito ou de outro.

    • sonny 25/08/2012 at 14:47 -

      Não, a Alice NÃO é o foco principal de RE1, você estaria se enganando se afirmasse isso, tanto é que quem GUIA O FILME (observe, quem GUIA, não quem está ligado aos acontecimentos indiretamente) é o esquadrão da Umbrella (Rain e One pra ser exato). A alice querendo acabar com a umbrella não serviu de absolutamente nada na história do RE1, quem acabou ferrando com tudo foi o Spence que era casado com a alice, então não vem com essa história de que Alice era o centro do filme 1, porque não é verdade. A alice está tão perdida que somente na cena dos cães ela realmente mostrou a quê veio, sendo guiada por metade do filme pelo esquadrão como uma marionete. A partir do 2 realmente tudo girou em volta dela, mas no RE1 não é verdade, no RE1 têm personagens com bem mais carisma que ela (quem nunca sentiu pena da rain virar zumbi? quem não sentiu dó do Kaplan ser morto? Agora se A alice morresse ninguém iria reparar), e aposto que em 2002 você assistiu ao filme e sentiu bem mais afeição pela rain e pelo kaplan que pela alice propriamente dita, vc estaria mentindo se falasse q não, ninguém iria imaginar q aquela moça noob de vestido vermelho iria virar oq virou hoje, pra nós em 2002 ela iria ser só mais uma vítima dos zumbis.

  22. José Mac 25/08/2012 at 13:52 -

    Pra mim, até hj, esse sim foi um verdadeiro filme de RE feito pelo PA. Lembro que quando acabou naquela cena de Raccon City e ainda por cima citando projeto Nemesis, eu fiquei simplesmente pirado querendo logo que viesse o segundo filme logo.
    Foi uma pena não ter tido minhas expectativas atendidas nas sequencias, mas por esse primeiro filme sempre vou ter um carinho especial.

    • Carlos Lopper 25/08/2012 at 14:09 -

      Acho que tivemos a mesma sensação e expectativa em relação ao segundo filme. Realmente foi triste ver as sequencias se perderem.

    • José Mac 25/08/2012 at 14:20 -

      Nem fala, Carlos Lopper! Esse foi um dos filmes pelos quais mais me enlouqueci pra que tivesse logo a sequencia! Passei noites imaginando o que viria a seguir, como eles encaixariam Nemesis na história… E quando revelaram que teria Jill na história? Meu irmão até me chamou de doido e fanático pq eu so falava nessa sequencia na época, rs.

      • Carlos Lopper 25/08/2012 at 14:32 -

        Hshausha eu contava os dias pro lançamento do segundo filme! Era coisa de louco mesmo e quando mostraram o trailer do segundo, dai foi que eu enlouqueci. Sem contar que o trailer do Resident Evil Apocalipse foi na época o vídeo mais assistido no youtube, imagine o quanto os fãs de Resident Evil esperaram pelo filme?
        Agora nem pergunte minha cara quando eu sai do cinema.

      • José Mac 25/08/2012 at 14:43 -

        hahaha, verdade, eu mesmo quando saí do cinema demorei uma meia hora pra que caísse a ficha do que foi aquela luta contra o Nemesis, rs.

        • georges 26/08/2012 at 00:47 -

          Concordo com vocês dois. Adorei o primeiro filme e fiquei louco pra saber o que viria a seguir depois daquele final sensacional . Agora tinham que ver minha cara na hora que vi a Alice lutando UFC com o nemesis… –‘

  23. lucius 25/08/2012 at 14:01 -

    Yago, o primeiro roteiro do Apocalipse por ex. era muito superior ao resultado final, a história seria dividida entre Alice e Jill, as 2 só se encontrariam no final do filme e Nemesis estaria perseguindo a Jill, não Alice, mas depois mudaram tudo e pq? vai saber. Uma coisa é ser o foco, outra é ser puxação de saco. O primeiro filme é sim equilibrado… e yago acho que vc não leu aquela cena no PRIMEIRO filme dos cães lembra era pra ser da RAIN, a Milla mesma falou em uma entrevista isso. Mas daí ela se revoltou, e ameaçou abandonar o filme, e o Paul Anderson e ela ficaram a noite inteira reescrevendo o roteiro e a cena dos cães passou pra ela… Ela pode ser muito simpática e querida, mas também podemos perceber que ela é um pouco egoísta e quer sim os holofotes pra ela. Não que isso seja errado, até pq acho que qualquer um faria isso no lugar dela, mas acho que ela ou o Paul não sei, extrapolaram no decorrer da franquia… Mais uma coisa gente, esse tal de Jeremy Bolt, é um dos principais culpados por muitas mudanças nos roteiros do Paul…. e a Capcom tb

  24. Carlos Lopper 25/08/2012 at 14:07 -

    Eu respeito totalmente a opinião dos fãs dos filmes de Resident Evil, não é de hoje que existe discussão para com os filmes de Resident Evil, e eu já presenciei demais isso. Então… até que exista os filmes ainda haverá assunto para se tratar.
    Uma coisa que eu vejo e percebo, é que os fãs do filme não enxergam o quanto o filme afetou os fãs dos jogos. Estamos falando de uma adaptação dos jogos eletrônicos da Capcom que recebeu o nome Resident Evil… sim! Ele recebeu o nome Resident Evil e por isso vem a complicação. Uma legião de fãs no mundo todo esperou uma adaptação X, quando o resultado no cinema foi Y. Essa é a minha acusação do filme… em defesa, apesar de, Anderson ter mudado toda a narrativa, tudo que conhecíamos do primeiro Resident Evil, ele trabalhou bem com o clima similar, toda a atmosfera do jogo, o mistério do desconhecido no começo, os segredos sendo revelados em meio do filme, uma única maneira de sobreviver, um vilão extremo no final, a contagem regressiva, só faltou mesmo tudo terminar com uma explosão. Porém… isso só acontece no primeiro filme. Alegria de pobre dura pouco, e de fã de Resident Evil então nem se fala.
    O segundo, terceiro e quarto filme conseguiu fazer a série cinematográfica mais desorganizada da historia do cinema. O segundo termina de um jeito e o terceiro começa do outro, olhe… péssimo. Sem contar que os personagens da saga como Jill, Claire, Carlos, Wesker e Chris conseguem fazer a pior adaptação de personagens EVER, é dificil acreditar que se trata dos mesmos personagens.
    Eu sempre assisti todos os filmes de Resident Evil no cinema, vi cada adaptação e com esperança de que iriam me agradar, mas até agora o único que gostei foi o primeiro e to cansado de ser decepcionado.

  25. nome 25/08/2012 at 14:20 -

    Em guerras de filmes e jogos, eu fico do lado dos jogos, mas não posso deixar de admitir que eu já assisti todos os filmes e apesar de não gostar MUITO, o melhor filme de Resident Evil foi esse. Pela primeira vez, eu discordo da nota do Shady. 🙂

    • José Mac 25/08/2012 at 14:26 -

      Exatamente assim que eu penso tab! Quanto a nota, acho que ele merecia ao menos um 8,0, rs.

      • nome 25/08/2012 at 14:30 -

        Poxa, pensei a mesma nota também: 8,0.

        • sonny 25/08/2012 at 14:54 -

          eu também kkkkkkk. Pra mim dou 8.5 😀

          • nome 25/08/2012 at 15:06 -

            Será que um dia o shady vai dar 10 para um review dele? 🙂 É claro que isso depende de algo sem nenhum problema, né.
            O shady podia fazer um review da demo de RE6, né, só para aqueles que não puderam jogar, como eu.

          • sonny 25/08/2012 at 15:11 -

            auhsuahsuaa. Estou esperando é o review do retribution, pra ver a “obra prima” que vai sair. O que o Shady falar, eu vou assistir ou não, se ele ao menos afirmar qualquer prova da existência de poderes mentais, nem termino de ler a review e paro na porta do cinema e faço um escândalo lá uahsuhausa. brincadeirass a parte :S, mas se ele falar q tem sim poderes de volta, eu não vou perder meu tempo vendo ao filme, pq tenho muita dó da jill e do wesker.

          • nome 25/08/2012 at 15:14 -

            também não gosto dessa coisas de poderes, acho muito fantasioso. 🙂
            Mas se alguém falar alguma coisa que não gosta nos comentários, as pessoas partem para a ignorancia.

  26. Yago 25/08/2012 at 14:20 -

    melhor ir parando por aqui, é chato demais todo post ter que ler e responder as mesmas coisas

  27. Felipe Demartini 25/08/2012 at 14:43 -

    Sonho com o dia em que eu não vou precisar dispor do meu final de semana pra ficar editando e deletando comentário de criança que não sabe conversar…..

    • sonny 25/08/2012 at 14:56 -

      Shady, posso dar uma dica? Porque você não pega aqueles que “partem” pra “elogios” pessoais e não bota na moderação? Aí você passa a observar aquele usuário que não sabe debater sem xingar os outros, aí se continuar você bane ele. Parece meio HITLER, mas nos fóruns e sites que visito isso funciona. 😀

      • Felipe Demartini 25/08/2012 at 14:59 -

        Se isso não fosse causar mais problemas do que soluções, eu realmente faria…..

  28. Jaciaraaa 25/08/2012 at 14:58 -

    Gosto da franquia de P.A. e para mim RE: O hospede maldito é o segundo melhor, em primeiro vem o 2, que para mim merecia um 8 e o hospede maldito merecia um…… 7

  29. sonny 25/08/2012 at 15:01 -

    Sinceramente? O único problema que isso causaria seria dispor de tempo e paciência, pois pros visitantes isso só traria benefício.

    • Felipe Demartini 25/08/2012 at 15:07 -

      Tempo e paciência são duas coisas que estão em falta na minha vida no momento.

      • nome 25/08/2012 at 15:11 -

        #tenso

  30. Jaciaraaa 25/08/2012 at 15:16 -

    É muito triste saber que as pessoas entram aqui no SAC, ou em qualquer outro site apenas para discordar da opinião dos outros. Sim, eles apenas discordam, e não adianta dizer que todos tem direito a criticas porque o que a maioria das pessoas fazem não é criticar e sim discordar.
    Uma critica, requer argumentos e não chingamentos.
    É muito triste ver que a população está agindo como crianças. Muitas vezes, fazemos isso sem perceber, mas acabamos discordando.

    Críticas tem que ter argumentos e uma exelente educação.

    Desculpem o desabafo, mas eu precisava escrever isso.

    • José Mac 25/08/2012 at 15:24 -

      Errrr, Jaciaraaa, eu concordo quanto a desrespeito, ou xingamento, mas não sei se vc se enrolou numa coisa: Sobre discordar. Até onde sei, discordar de uma opinião é permitindo sim, e é isso que faz o debate. O que não pode é condenar a pessoa pelo que ela pensa!

  31. Yago 25/08/2012 at 15:19 -

    Se você diz, ela dá voadora, vai correndo na parede e dá chute no cachorro, ela que mata spencer quando ele vira zumbi, ela que teve a idéia de ligar tudo denovo para falar com a menina, só aparece oque ela se lembra do passado dela, cenas dela com spencer.. Quem aparece no final em raccon city com uma arma é ela. Ela para one como se fosse surrar ele e diz ” me conte agora oque está acontecendo” ou coisa do tipo. Por esses motivos considero ela a principal desde o primeiro.

    • sonny 25/08/2012 at 15:48 -

      Não posso enfiar isso na sua cabeça, infelizmente. Até!

  32. Jaciaraaa 25/08/2012 at 15:32 -

    O que eu quis dizer José, foi que existe pessoas que mesmo gostando, discordam só para causar confusão. E eles snão discordam de uma maneira senssata.

    • José Mac 25/08/2012 at 15:41 -

      Ah sim, agora entendi seu ponto de vista! Mas enfim, bola pra frente pq o post já ta cheio de flood…

  33. billy coen 25/08/2012 at 15:51 -

    Ao contrario do 4 esse é um excelente filme tenho em Dvd desde 2006.

  34. MathRe 25/08/2012 at 16:01 -

    Ufa consegui comentar mto legal esperava um 8,0 mas gostei da matéria xD

  35. 2pac 25/08/2012 at 16:03 -

    Vcs sabem qual é o maior problema do fanboy?! o fanboy não aceita crítica. E uma coisa q venho reparando aqui faz tempo são os fanboys q não aceitam comentários negativos, defendem uma franquia d filmes q vem piorando a cada lançamento. E tenho certeza q esse comentário vai ser sensurado.

    • Jaciaraaa 25/08/2012 at 16:10 -

      Existem pessoas que realmente gostam dos filme. Eu sou super fã da franquia do P.A. mesmo sabendo que os filmes estão saindo fora do contexto da série, porém, sempre assistirei e sempre irei gostar deles. Eu aceito perfeitamente as criticas, desde que elas sejam sensatas. Pena que nem td mundo pensa como eu neh…. De certa foram, concordo com vc.

  36. RafaelRedfield 25/08/2012 at 16:06 -

    Esperava uma Nota Maior

    • Jaciaraaa 25/08/2012 at 16:13 -

      Mais ou menos, a questao é: Ninguém é burro, oeles são apenas fãs dos games e discordam com o contexto dos filmes. Concordo que os filmes são apenas adaptações, mas não concordo que o povo seja burro.

      P.A. não queria colocar personagens dos games nos filmes, tanto que este primeiro não tinha personagens dos games, tinha inimigos, mas não personagens.

      Se a franquia de filmes de PA é o que é hoje em dia, a culpa é unica e exclusivamente da Sony Pictures e de alguns fãs. A Sony, precionou Paul para que ele acrecentasse personagens dos games, ai…. deu no que deu.

      • MathRe 25/08/2012 at 16:17 -

        Axo que não foi só da sony não para mim uma boa parte foi da Capcom tbm

      • RafaelRedfield 25/08/2012 at 16:18 -

        Concordo Com Você , mas só falei isso , porque ja está Ficando Chato …. em todos os Videos e Todos os Post , vejo sempre Gente Criticando os Filmes. Com o mesmo Papo De Sempre ,Eu Mesmo ja Joguei quase todos os games e sou super Fã da Série , isso nn empede de ir ao cinema curtir os Filmes. Sonho no Dia da paz entre os Fãs Dos Ambos.

      • sonny 25/08/2012 at 17:18 -

        Não é só porque PAUL foi pressionado que necessariamente tinha que fazer MERDA. Se ele fosse mais inteligente e tivesse mais respeito quanto à obra original que dá o pão de cada dia pra ele e pra família dele, ele saberia muito bem aproveitar cada personagem, não precisando inventar essas barbaridades na alice só porque é esposa dele. Até eu saberia aproveitar melhor cada personagem COM A ALICE NO ROTEIRO, tudo é questão de inteligência e respeito, algo que nem ele nem Milla e nem o velho escroto do Bolt têm. Não justifica ter que colocar personagens e sair por aí jogando bosta na cabeça dos fãs dos games, pois sinceramente, com todo o destaque que ele dá p alice fazer as ALICIÇES dela, daria tempo de sobra pra dividir entre todos os personagens.

        • nome 25/08/2012 at 20:17 -

          “… não precisando inventar essas barbaridades na alice só porque é esposa dele….”
          ????????????????

  37. 2pac 25/08/2012 at 16:06 -

    *CENSURADO

  38. yuri 25/08/2012 at 16:10 -

    sem dúvida, um ótimo filme. consegue te colocar “dentro” do laboratório. do tempo em que o filme tentava alcançar o game, enquanto hoje o game tenta seguir o filme.

    • nome 25/08/2012 at 16:20 -

      longe de querer arranjar confusão ou criticar seu comentário, mas não acho que “o game tenta seguir o filme”. A prova disso foi a afirmação do produtor de RE6 sobre gostar das duas tramas seguirem destino diferentes. 😉

      • yuri 25/08/2012 at 17:31 -

        não, cara, sinta-se livre para criticar os meus posts! sério, eu gosto mesmo dos filmes de RE, afinal eles usam o top da tecnologia de filmes… eu ainda acho que o jogo tá indo em direção ao filme. exmeplo, o RE extinction foi lançado em 2007 e tinha um monte de ação. aí em 2009 veio o RE5 e desbancou o filme com tanta pancadaria. se RE6 vir com clones, aí sim, o RE6 vai ser assinado pelo paul anderson.

        • nome 25/08/2012 at 18:55 -

          agora sim vc foi persuasivo. E me convenceu.

  39. Yago 25/08/2012 at 16:10 -

    nota de extinção vai ser um 3,5

  40. Jóâò 25/08/2012 at 16:12 -

    A parte mais foda do filme é a parte que a maioria morre nos lasers. (y)

  41. nome 25/08/2012 at 16:22 -

    O SAC tem uma história dramática….

    • Felipe Demartini 25/08/2012 at 17:21 -

      Dramática mesma é toda essa situação, que tá me fazendo questionar diariamente se vale mesmo a pena continuar trabalhando igual um fdp para gente que não tem o menor respeito….

      • sonny 25/08/2012 at 17:31 -

        Felipe, mas pode ter certeza que MUITOS apreciam realmente o trabalho e o esforço. Não pare com o SAC por causa de alguns. 😀 Eu e o Math já conversamos iguais gente, então nada é impossível e algum dia conseguiremos que todos convesem na paz igual eu e math. 😀

        • Felipe Demartini 25/08/2012 at 17:36 -

          Vamos ver como vai ser a reação das pessoas qdo as análises de Apocalipse e Extinção saírem… se o review sobre o filme “bom” já causou um mimimi inacreditável e o mesmo papo chato de TODOS os posts, imagina os dos filmes ruins.

      • yuri 25/08/2012 at 17:40 -

        não fique assim shandy, o SAC está no meio do formato blog e o formato forum, aí fica muito difícil pensar num meio de não floodarem(eu também,floodo consideravelmente pois tem una posts muito viajados). talvez se houvesse uma limitação por tempo entre posts, ou um sistema de “reportar post”…

      • nome 25/08/2012 at 18:53 -

        a coisa que sei é que eu não faço intrigas nem brigas no site. Quanto ao site, não vale a pena “tira-lo do ar”, pois eu amo acessá-lo. Na verdade, tornou-se um vicio.

        • sonny 25/08/2012 at 19:00 -

          O problema é que todo post que sai alguém fala uma coisinha dos filmes e os fãs dos filmes começam com o piti de sempre. Por isso vou evitar fazer críticas aos filmes, porque sempre tem piti.

          • nome 25/08/2012 at 19:04 -

            o shady está em duvida de continuar com o site enquanto eu não sei se vou continuar acessando-o. Estas pessoas de Resident Evil, PELO AMOR DE DEUS!

  42. SkyblackX 25/08/2012 at 17:05 -

    Shady dias atrás o produtor de RE 6 fez questão de dizer que os jogos principais não sofrem influencia dos filmes, mas se me lembro bem a Rainha Vermelha apareceu primeiramente neste filme e depois surgiu em RE UC, que no jogo original de RE 1 era tratado somente como o dispositivo de segurança acionado por Birking pra destruir o complexo. É um nome marcante pra ser esquecido no jogo e lembrado somente no filme de P. Anderson não acha?

  43. Alan 25/08/2012 at 17:07 -

    Nunca prestei muita atenção na história dos filmes, alguém sabe explicar pq Alice tem todos esses poderes e não precisa ficar injetando heroína igual ao Wesker. Outra coisa, será que não dá pra fazer um rabinho de cavalo na Claire não? Aquela do filme não é ela.

  44. Leonardo 25/08/2012 at 17:08 -

    ontem esse filme passou no TNT, não aguentei 10 miutos

  45. leonardo 25/08/2012 at 17:11 -

    opaaaaa quem e esse leonardo ae?kkkk o verdadeiro sou eu kkk..muda o nick ae man

    • nome 25/08/2012 at 20:14 -

      MISTÉRIO!
      Qual o verdadeiro leonardo? O com letra maiscula ou minuscula? kkkkkkkkk, gente coloca sobrenome então para diferenciar.

      • Felipe Demartini 25/08/2012 at 20:18 -

        Caso seja realmente um problema, sugiro que faça uma conta no gravatar.com e use um avatar para diferenciar. =)

    • Leornado A. 25/08/2012 at 22:43 -

      Foi mal cara, ja coloquei uma diferença. E lembre-se, ñ ha soh um leonardo no mundo kkkkkkkkkkkk Mas foi burrisse minha colocar um nick name tão comum.
      Queria pedir desculpas pelos “mimimi’s” q fizeram após o meu comentario. Eu só dei minha opnião sem desrespeitar ninguem.

      • nome 26/08/2012 at 17:19 -

        Eu só estava brincando, hein, amigo. 🙂 Na boa.

    • Jake Muller 28/08/2012 at 02:37 -

      ” O Misterio de Leonardo ” kkkkk

  46. leonardo 25/08/2012 at 17:15 -

    olha o cara fazendo fake meu ai…mesmo nick leonardo rs …ai fala besteira sobre o filme e acham que foi eu q falei..acho q ja sei quem e esse impostor …o leonardo verdadeiro aki e fa da milla e dos filmes resident evil

    • sonny 25/08/2012 at 17:20 -

      fake seu? huashuah claro, afinal só existe uma Maria no mundo.

      • yuri 25/08/2012 at 17:25 -

        ohuohuouhouhouhohuohu GÊNIO! só existe uma Alice no mundo! por outro lado tem inúmeros carlos, rains, o caarinha que virou picadinho…

  47. 2pac 25/08/2012 at 18:24 -

    Existem poucas coisas na vida q valem a pena brigar e com certeza resident evil não é uma delas.

  48. ThayValentine 25/08/2012 at 18:31 -

    Eu pensei que o primeiro filme fosse acabar em explosão, a primeira vez que assisti 😀

  49. ThayValentine 25/08/2012 at 18:45 -

    Ótimo post Shady,parabéns!
    Eu sou muito fã dos jogos,joguei quase todos e já li 4 livros da S.D Perry,e sou muuuito fã dos filmes 😀 Meu favorito é o 2 pq mostra Raccoon.O que eu queria mais dos filmes do P.A. é que ele seguisse mais o tempo,como fez com 2 que começou extamente onde o 1 acabou…E esclaresse bem o que aconteceu com Jill e Angela Ashford,que muitas pessoas ainda não sabem.Fora isso adoro os filmes Resident Evil 😀

    • Joao 25/08/2012 at 19:40 -

      A angela morre né?

      • ThayValentine 26/08/2012 at 02:05 -

        Isso mesmo Joao!Pelo que eu li a Alice mata ela.

  50. Willian Carvalho 25/08/2012 at 19:38 -

    conserta la em cima pq tu
    pos Contantin Film

  51. Italo Oliveira 25/08/2012 at 20:35 -

    Parabéns Shady pela ótima análise, concordo em muitos pontos, discordo em alguns, mas ainda bem que temos essa democracia de podermos ter opiniões diferentes. Esperando ansioso pelas próximas análises. Continue com o excelente trabalho.

  52. Bella 26/08/2012 at 08:17 -

    A Alice podia voltar a quebrar pescoços com as cochas. É inspirador.

  53. Karolina que ama o Leon e o Chris 26/08/2012 at 09:10 -

    Gente desculpa a pergunta idiota, mas o q é flood?

    • Rogue 26/08/2012 at 10:24 -

      Eu tbm agradeceria se alguem definisse o termo…

      • Felipe Demartini 26/08/2012 at 16:55 -

        Todo tipo de mensagem que não tem nada a ver com o assunto do post / simples emoticons ou concordâncias / que não acrescentem em nada ao que tá sendo discutido, podem ser consideradas flood. Eu tento analisar caso a caso, e só agir de alguma forma quando a coisa passa dos limites.

        • Rogue 26/08/2012 at 17:30 -

          Valeu, Shady! 🙂

  54. Rogue 26/08/2012 at 10:35 -

    Concordo que Rain e One são responsáveis pelas melhores cenas do filme. One na cena dos lasers e Rain, já infectada, dando um susto na Alice quando ela já estava pronta para atirar nela.
    Rain: ‘Eu ainda não tô morta!’.
    Melhor cena do filme, rs.

  55. AlexsandherFG 27/08/2012 at 09:38 -

    Nossa, se esse tirou 6,5 ! Imagina os outros : P

  56. Jake Muller 28/08/2012 at 02:55 -

    Congratulations shady great article 😀

  57. Pablo 28/08/2012 at 14:16 -

    Shady, vc deu 8 pra esse filme no Revilcast. Por que a redução na nota?

    • Felipe Demartini 28/08/2012 at 16:33 -

      Momentos diferentes da vida, minha visão sobre tudo mudou bastante desde que eu fiz o REVILcast.

      • Pablo 29/08/2012 at 14:04 -

        Ata. É que achei a diferença muito grande de 8 pra 6,5. Pensei que seria mais perto. Mas não tem problema, foi só curiosidade.

        • Felipe Demartini 29/08/2012 at 14:20 -

          Eu não lembro qto eu dei pro Apocalypse, mas imagino que a minha nota pra ele tb seja bem diferente aqui do que na época do Revilcast

          • georges 31/08/2012 at 11:36 -

            “Nota 2 pelos 20 primeiros minutos” KKKKKK
            Bom, é isso que eu lembro.

          • Pablo 31/08/2012 at 14:06 -

            KKKKKK, foi isso mesmo georges: 2 pelos 20 primeiros minutos. Mas estou mais ansioso pela nota do Resident Evil Extinction, pois me lembro bem que vc Felipe deu 0(zero) kkkkk. Qual será a nota agora? -7 (sete negativos) kkkkk. Mas convenhamos, na minha humilde opinião, esses filmes realmente merecem essas notas e repitirei uma frase do Shady, que é pura verdade e concordo plenamente: “esse filme, se vc gosta, toma vergonha na cara” LOL kkkkkkkk ri demais.

  58. DeadSpace 02/09/2012 at 14:32 -

    oque eu acho ruim é que filmes “babaquinhas”e ruins como esses da serie RE sao “sucessos” de bilheteria,e alguns outros filmes muito bons como Scott Pilgrim Vs The World são “fracassos” de bilheteria.
    esses garotos de 15 anos vao acabar com o planeta Terra,lol

  59. david nascimento ramos 15/09/2012 at 19:28 -

    só pra sacar uma coisa se a rainha vermelha foi torrada no primeiro filme como ela ainda existe no quinto?

  60. Evan 15/09/2012 at 21:11 -

    Eu acho os jogos RE 1, 2 e 3 fodas, a partir dai, perdeu o clima, mudou o propósito do jogo quando virou apenas atirar e andar como fps normal, e, os filmes eu gosto deles, vieram com a ideia diferente, de não fazer igual ao jogo. Dizer que o filme viajou quando coloco alice fodona e tals? Tá, wesker não é fodão no jogo agora? Dizer que o filme nem deveria se chamar RE? Aham, e o jogo resident evil 4, 5, que matar zumbis que falam, pensam, e tudo mais, muito clássico né pra ser Resident Evil.

  61. Viniccius Ismael 09/11/2012 at 16:47 -

    O primeiro filme é um dos melhores na minha opinião, consagrou Milla, Michelle e o diretor Paul. Concordo com o ponto de vista do P.A que se o filme fosse 100% igual ao jogo, não haveria suspense, pois vc saberia quem ia morrer e viver, vc sabe a história. DEIXA ISSO PRO REBOOT !!!
    A única coisa que não curti 100% foi que a Rain teve pouca ação, mas blza!