Regras de etiqueta nas redes online

Regras de etiqueta nas redes online

Desde Resident Evil 5, os modos online se tornaram parte integrante da experiência com a série. A Capcom aproveitou a consolidação das redes online no PlayStation 3 e Xbox 360 – um elemento que desde sempre existiu no PC – e incorporou o cooperativo em praticamente todos os jogos desde então.

E todo mundo, claro, gosta de jogar com amigos. Os antigos hábitos de passar o controle ou usar a tela dividida estão sendo cada vez mais substituídos por lobbies online, convites de amizade e filas para marcação de partidas. O problema é que velhas manias negativas e irritantes também ganharam suas próprias versões virtuais.

Se antes o problema era seu amiguinho reclamando sobre o controle suado ou as “mentiras do game”, agora é a vez dos comportamentos inoportunos da internet invadirem também os games. Após reclamar muito disso por meio das redes sociais e dar muita risada com “causos” desse tipo, resolvi formular cinco regras que, com certeza, vão tornar sua convivência na PSN ou Xbox LIVE muito mais agradável para todos os envolvidos.

Quem é você?

Regras de etiqueta nas redes online

Tanto a PlayStation Network quanto a Xbox LIVE possuem um sistema de IDs por texto, que como todos os outros do tipo, estão passíveis de erros de digitação. Além disso, ambas as redes também têm um limite máximo de amigos que podem ser adicionados. Por isso, a não ser que você seja um conhecido ou tenha recebido o perfil de alguém especificamente, não custa nada mandar um oi e se identificar.

Isso é um problema principalmente quando você vai adicionar alguém que faz parte de um site ou portal, ou seja, que pode receber pedidos desse tipo constantes vindos de todo tipo de desconhecidos. Esse simples método facilita na separação de quem é quem e em uma possível organização da lista.

Adicionou? Interaja!

Regras de etiqueta nas redes online

A questão aqui, mais uma vez, é o limite de amigos das redes. Acontece constantemente: você adiciona mais uma pessoa na PSN ou LIVE para, então, jamais falar com ela. Vocês não possuem os mesmos jogos e nunca trocaram uma mensagem sequer. Se pessoas adicionadas pudessem acumular poeira, o sujeito em questão já estaria criando teias de aranha.

E aí fica a pergunta: para que adicionar? Ter alguém na lista desnecessariamente apenas ocupará o espaço de um bom amigo virtual, que algum dia poderá te ajudar a conseguir aquela conquista mais difícil ou será um bom parceiro para terminar um game. Portanto, se você não pretende entrar em contato, não se dê ao trabalho de incluir alguém em sua lista.

Oi, quer tc?

Regras de etiqueta nas redes online

Logo aqui em cima, falamos sobre mandar mensagens e interagir com os amigos nos consoles. Existe, por outro lado, uma grande dificuldade nisso: o péssimo teclado virtual do PlayStation 3 e Xbox 360. A não ser que você use um dispositivo USB ou um acessório daqueles que se acoplam ao controle, será muito difícil manter uma conversa.

Existem tantos outros meios melhores para se bater papo. Redes sociais, emails, áreas de comentários, fóruns, enfim. Sendo assim, por que insistir em usar um sistema com pouca preocupação estética e de usabilidade para esse fim?

As redes foram feitas para mensagens rápidas e curtas. “Tem Last of Us?” “Bora Revelations online?”, com respostas sucintas. Coisas assim. Não é local para discutir questões existenciais ou perguntar como foi o dia dos amigos. Não se trata de frieza ou falta de humildade: é uma questão de falta de praticidade, pura e simplesmente.

Então, substitua a torrente de mensagens de bate papo com uma única, solicitando um meio melhor de contato. E acredite: se a pessoa também quiser conversar com você, não terá problema em fornecer essa informação.

Ninguém vai trocar de jogo por você

Resident Evil: Operation Raccoon City é o melhor multiplayer da E3 2011

Como você se sentiria caso você estivesse lendo um livro e alguém surgisse por trás de você com outro tomo nas mãos, sugerindo a interrupção imediata de sua leitura e o início de uma nova? Um pouco chato, não? Então, por que fazer isso na PSN ou Xbox LIVE?

Convites para partidas online expiram e os jogos da geração atual ainda precisam de algum tempo para carregamento de dados antes de serem plenamente iniciados. Por isso, é uma boa sempre ficar de olho no que seus amigos estão jogando naquele momento. Quer propor algo diferente? Mande uma mensagem.

Dificilmente alguém trocará de game só porque você está mandando uma solicitação. Com uma conversa, porém, a coisa pode mudar de figura e a pessoa pode até achar uma boa ideia participar de algumas rodadas com você. Como sempre, bater um papo é o melhor caminho.

Não existe almoço grátis

Regras de etiqueta nas redes online

Se a Sony quisesse distribuir dinheiro ou jogos gratuitos, faria isso por meio de campanhas divulgadas na mídia, com data marcada para acontecer e termos bem específicos. Não utilizaria o meio mais antigo e inválido da internet: as mensagens supostamente assinadas por grandes executivos, que trocam créditos por compartilhamentos.

Uma das maiores pragas da web, infelizmente, também assola as redes online. Os spams não possuem outra função a não ser congestionar os sistemas, disseminar informações erradas e fazer com que as pessoas percam tempo. Por isso, se receber qualquer mensagem do tipo, faça um favor à toda a coletividade e impeça que ela continue circulando livremente.

Fontes de imagens


Tags: , , , , , , , ,

Autor: Felipe Demartini Ver todos os posts de

Felipe Demartini (Evil Shady) trabalha com sites de Resident Evil desde 2000. É jornalista e descobriu nos games a melhor combinação entre trabalho e diversão.

22 Comentários em "Regras de etiqueta nas redes online"

  1. nome 20/07/2013 at 20:11 -

    Só foi ver um comentário do Demartini falando que excluiu uma pessoa porque não conversava com ela, eu também apaguei muita gente na PSN que eu não falava.
    Só deixo mesmo quem fala comigo ou quem me convida para jogar, mesmo que eu não tenha o jogo.
    😀

  2. Biscoito18 21/07/2013 at 02:29 -

    Muito boa a lista. Já enfrentei todos esses problemas e cometi algumas gafes antes. Tipo sair adicionando várias pessoas sem nem saber se tinham os mesmos jogos que eu.

  3. Alessandro 21/07/2013 at 13:43 -

    Eu também ja fiz essas coisas, infelizmente a maior parte da minha lista eu quase nem falo

  4. Sokholov 21/07/2013 at 14:09 -

    Sobre essa do spam eu concordo, tinha tbm um usuário que me mandava solicitações na PSN US e tinha a mesma imagem de perfil que essa da ilustração, sujeito suc*** sem nada p/ fazer…
    Não acho que pessoas com quem se tem pouco contato precisam necessariamente excluídas, e ainda uma outra dica é desabilitar aquelas notificações de amigons on e mensagens que interrompem vc durante a jogatina, quer vez por outra são uma chatice e tanto.

    • Felipe Demartini 21/07/2013 at 14:32 -

      Só que se vc faz isso vão junto tb as mensagens de gente com quem vc realmente joga e interage. A PSN deveria era ter uns filtros melhores, isso sim =/

      • Diogo Bernardo 21/07/2013 at 20:20 -

        Sem falar que na PSN não é possível “aparecer como offline” ou desativar as notificações. Isso é realmente um empecilho pra quem quer apenas subir de rank em determinado jogo ou ter uma partida rápida.

        • Sokholov 23/07/2013 at 17:30 -

          Ahhh, mas não custa dar uma olhada manualmente na caixa de mensagens a pós a partida, não é mesmo? Melhor que ver aquelas pop-ups aparecendo de todo tipo de gente bem no meio da tensão de um tiroteio…
          Pelo menos é o que eu penso…
          E me explica a ideia do filtro que não entendi, hehe…
          Quanto ao Diogo Bernardo, não intendi o “não é possível desativar as notificações na PSN”…

          • Diogo Bernardo 27/07/2013 at 19:23 -

            Basicamente não é possível retirar aqueles pop-up’s que aparecem na tela, você é obrigado a ficar vendo quem entrou o saiu da psn. Esse é um outro bom motivo pra não ficar adicionando qualquer pessoa que você encontra por aí.

          • Felipe Demartini 27/07/2013 at 21:51 -

            Poder vc até pode, mas vai perder tb as mensagens de gente interessada que realmente quer jogar. Ou ele desabilita tudo, ou mostra tudo. N tem filtro.

  5. @effeliciano 21/07/2013 at 15:11 -

    Infelizmente, só posso flaar da Xbox Live, porque só possuo um Xbox.

    Na Live, o que mais acontece, são os usuários deixaram os Kinect’s ligados e ouvir gritos, músicas de fundo, cachorros berrando enquanto se joga, sendo que o usuário não se dá o luxo de desligar o aparelho, mesmo não jogando com ele. Fica de enfeite na estante, serve de troféu para mostrar aos amigos.

    Na Xbox Live existe um sistema útil de denúncia de mal comportamento, seja por racismo, bullying, violência verbal, cheating ou até mesmo spam. Funciona, e muito bem, gerando advertências a quem recebe, e até mesmo um BAN, no último dos casos.

    Acho bom o teclado virtual do 360, mas um acessório como um teclado USB de PC que custa 20 reais, não vai quebrar o orçamento de ninguém.

    E aliás, graças ao CROSS CHAT, exclusivo do Xbox 360 nessa geração, a utilização de headsets é constante, então, elimina 90% a utilização de mensagens de textos, seja pra qualquer fim.

    Pois com o CHAT, até 8 (incluindo você) podem interagir sem depender da sala de um game em andamento. Comunicação flui muito melhor na Xbox Live, porém.. o cross chat só fica disponível para quem for assinante GOLD da mesma.

    Sobre add para fazer números, acontece em toda e qualquer rede social. Orkut sofria muito disso, FB hoje em dia sofre pra caramba, Steam também (pessoas lhe adicionam apenas para saberem o q vc joga e se você está online) dentre outras pequenas.

    Aqui a maior dica, assim como na vida real, é saber selecionar bem seus novos amigos. Quanto na Live, verifico sempre quem eu vou adicionar, o que a pessoa mais joga ou os jogos que ela mais gosta (a LIVE tem opções de favoritos de usuários ou sempre avisa quando seu amigo entra com aquele jogo que ele procura jogar com alguém sempre).

    Sei que a matéria tem cunho apenas de ensinar a ‘não ser um bobão que add e não interage com ninguém’ mas, em termos de comunicação, a Xbox Live está anos luz a frente da PSN. Embora, seja o maior triunfo da SONY, a gratuidade do Online, e os benefícios de quem paga a PLUS, os jogos gratuitos em formato comodato.

    Já deletei tanta gente na minha lista, que nunca consigo completar 100 pessoas nela. Mas sei como Demartini é bastante conhecido, pelo trabalho no SAC e principalmente no Baixaki, deve sofrer bastante com isso.

    Tem que saber selecionar, porque a adição de um novo amigo, no primeiro momento, é apenas ‘oba-oba’ como dizem por aqui.

    Abraços ae!

  6. Suxgotav 21/07/2013 at 16:05 -

    Hheuheuae, eu vi uma live do BJ onde você falou essa daí do “Você costuma dar Oi pra homem?” Bem épico xD

    Boas dicas Felipe, eu só costumo adicionar os meus amigos de verdade nas redes ou alguém que eu sei que tem jogos iguais aos meus, como você (Apesar de nunca ter jogado nada ou teclado contigo lol)

    • Felipe Demartini 21/07/2013 at 20:18 -

      Nós já jogamos num gameplay não? Aqui ou no BJ

      • Suxgotav 22/07/2013 at 00:18 -

        Acho que uma vez que você fez livestream eu mandei algumas mensagens pro pessoal, mas jogar nada.
        Em algum vídeo Sac ou até no BJ eu apareço pra jogar se quiser haha

  7. Vinicius Reis 21/07/2013 at 18:25 -

    Demartini, o maior gentlemen da internet…

  8. Edu Alves 21/07/2013 at 18:31 -

    Muito bom o artigo Felipe, meus parabéns! Espero que as pessoas mudem o seu corportamento, com essas dicas e se tornem “gamers” melhores, contribuindo para que todos tenham um experiência mais produtiva e melhor nas redes sociais.

  9. José Mac 22/07/2013 at 07:06 -

    Acho que nunca me preocupei mt com essa parte. Só tenho praticamente 2 amigos, do meu total de 40, com quem tenho alguma interação fora da Live: uma é meu irmão e a outra é a #Rogueavampira aqui do SAC! E mesmo assim, ate hj ainda nao arrumei um tempinho pra jogar com ela ainda hahaha!
    Mas vou fazer uma limpa na lista mesmo. Vai permanecer apenas os 12 que jogam comigo, rs.

    • RogueaVampira 22/07/2013 at 10:49 -

      Eu já lhe chamei para jogar e to esperando até hoje seu danadinho! Tá demorando tanto que será épico quando finalmente jogarmos, kkkk. E aproveitando o ensejo: Vamos jogar umas partidas de survivors nesse fim de semana? rsrsrs

      • José Mac 22/07/2013 at 11:32 -

        Hahaha com certeza, ta mais do que na hr de finalmente jogarmos! Olha, final de semana vou estar livre pelo horario da tarde ate a noite. Se der pra vc, entao ta marcado, rs!

        • RogueaVampira 22/07/2013 at 18:54 -

          Combinado, então ;). Eu lhe chamo quando eu estiver na sessão. E não esquenta, eu não gosto de usar armas especiais e jogo com um pessoal que também não gosta. Só uso se o time adversário usar. Porque convenhamos, qual é a graça em derrotar o oponente com um tiro de Rocket launcher? Infelizmente, nem todos pensam assim e a maioria dos jogadores apela para as armas sim. E vc tem razão, o jogo já está super batido com essas armas especiais! Os jogadores mais experientes já sabem todos os locais onde as armas estão e consequentemente já sabem onde o membro da equipe adversaria estará em razão deste tbm ir em busca das armas kkkk. Isso acontece principalmente no cenário Caos Urbano. Tá muito insuportável aquele cenário, espero que a Capcom reveja o conceito de usar armas especias em Survivors, tá chato pra caramba 🙁

          • José Mac 23/07/2013 at 09:13 -

            Só vou adiantando que to bem enferrujado, hahaha! Além de fazer um tempinho que não jogo, sempre fui um noob no Survivors, rs!

  10. RogueaVampira 22/07/2013 at 10:59 -

    Muito bom o artigo Felipe, e coincidencia ou não, eu decidi fazer uma limpa geral na minha lista recentemente também, devido a diversas causas, como as citadas por você no artigo e também devido ao comportamento de jogadores que eu julgava serem “amigos” mas no fim quando eu mais precisava, eles mudavam de lado em uma partida on por exemplo, ou se utilizavam de tecnicas trapaceiras ou apelonas quando jogavam contra mim. O ideal é ter na lista gente que joga com você e acima de tudo ser honesto e fiel, coisas básicas que se esperam de amigos.

    • José Mac 22/07/2013 at 11:43 -

      Uma das maiores broncas que eu tenho do Survivors é com relação aos apelões e trapaceiros! Sei lá, acho maneiro qd todo mundo compete em pé de igualdade na partida, mas ao invés disso, a primeira coisa que o cara faz é correr pra pegar uma bazuca pra acabar com a coisa rapido. Isso qd o cara não entra numa equipe, qd na verdade é um espião da outra equipe…